sexta-feira, 6 de abril de 2018

Longana Tailandesa Biew Kiew ( Dimocarpus longan )

LONGANA TAILANDESA BIEW KIEW

( Dimocarpus longan ) - RNC 37552


Variedade de Longana de origem tailandesa, produz grande quantidade de frutos em cachos, de tamanho grande com sementes pequenas, de excepcional sabor. Ótima para consumo in-natura, sucos, compotas e sorvetes. Obs.: Os frutos das fotos foram gentilmente fornecidos pelo nosso amigo Adhemar Gomes do Frutas Raras.

Planta muito ornamental, pode ser utilizada em jardins e na arborização urbana. Opção de frutífera indispensável em qualquer pomar, ainda mais desta seleção de frutos grandes.

Seu sabor lembra muito ao da Lichia, porém a polpa é mais firme e seu sabor é mais doce. Ótima opção de frutífera para plantios comerciais, pois seus frutos tem boa aceitação comercial, e sua frutificação ocorre depois do fim da colheita da Lichia no Brasil.

Mudas desta variedade/cultivar são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho dos frutos em centímetros

Detalhe da polpa dos frutos e do caroço pequeno




sexta-feira, 30 de março de 2018

Cambuci Amarelo ( Campomanesia phaea )

CAMBUCI AMARELO

( Campomanesia phaea ) - RNC 23639


Variação raríssima do tradicional Cambuci, que produz frutos de cor amarela vibrante. Foi encontrado na Mata Atlântica da região de Registro-SP pelo nosso amigo e cliente Rodrigo Luiz Silveira Loureiro. Existem pouquíssimos exemplares desta variação em estado nativo. O Viveiro Ciprest começou a comercializar um pequeno lote desta raridade em Março de 2018.

Produz lindos frutos amarelos vivos de aparência exótica, sendo que as crianças a chamam de fruta "disco voador". Seu sabor é ácido, porém agradável. Ótimo para consumo in-natura, sucos, sorvetes, licores e caipirinhas. Frutifica nos meses de Janeiro a Março.

Árvore de pequeno porte, chega a altura de no máximo 7 metros de altura. Planta muito ornamental, excelente para uso no paisagismo. Também é uma frutífera indispensável em qualquer pomar de frutas exóticas. Com manejo adequado, pode ser cultivada em vasos grandes e frutificar.

De fácil cultivo, gosta de solos férteis com umidade constante, porém com boa drenagem. Deve ser plantada a pleno sol ou meia sombra. Inicia a frutificar em 3 a 4 anos, após o plantio das mudas.

Mudas desta variedade rara são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe do fruto

Detalhe dos frutos



quinta-feira, 29 de março de 2018

Abacaxi do Reino ou Costela de Adão ( Monstera deliciosa )

ABACAXI do REINO ou COSTELA de ADÃO

( Monstera deliciosa )


Planta herbácea nativa do México e da América Central, a Costela de Adão produz deliciosos frutos conhecidos como Abacaxi do Reino, que podem ser consumidos in-natura, quando estão bem maduros. Caso sejam consumidos ainda verdes, os cristais de oxalato de cálcio presentes na fruta, causam irritação. Os frutos dão sinais de estarem maduros quando "caem" no chão, ou quando os pequenos hexágonos que formam a casca, começam a se soltarem.

Fruta de polpa suculenta e aromática, possui sabor muito agradável, sendo parecido com uma mistura de pinha, banana e abacaxi. Como seu nome científico diz, ela é "deliciosa". Estes amadurecem durante o verão.

Apesar de seus frutos poderem ser consumidos, esta planta se destaca principalmente como ornamental, sendo de grande uso nos mais diversos jardins, ou como planta para interiores. Suas bela e grande folhagem perfuradas, causam grande destaque.

Planta de fácil cultivo, não passa de 2 metros de altura. Deve ser cultivada preferencialmente a meia sombra. Gosta de solos férteis e úmidos, com boa drenagem.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe da florada

Detalhe da folhagem

Detalhe do fruto e das folhas

Detalhe do fruto maduro

Detalhe do fruto maduro

Fatiadas desta forma, mostram a razão do nome Abacaxi do Reino, além do sabor.


terça-feira, 27 de março de 2018

Noz Europeia ou Chilena ( Juglans regia )

NOZ EUROPEIA ou CHILENA

( Juglans regia )


Nativa da Europa e da Ásia Central, a Noz Europeia, também conhecida como Noz Chilena, é uma árvore de médio a grande porte, que produz frutos arredondados de casca dura e de cor castanha, onde a semente na parte interna é comestível e muito apreciada, podendo ser consumida in-natura, doces ou sorvetes. É amplamente utilizada na culinária e confeitaria.

Espécie em começo de cultivo no Brasil, já existem plantas velhas no Rio Grande do Sul, de onde nossas mudas são provenientes. No futuro provavelmente o seu cultivo vai se popularizar da mesma forma da Noz Pecan e da Noz Macadâmia.

Árvore de madeira de excelente qualidade. Planta com diversos usos medicinais. De fácil cultivo, aprecia clima mais amenos para produzir. Deve ser plantada a pleno sol.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos e folhas

Tamanho dos frutos

Detalhe dos frutos em padrão comercial




domingo, 25 de março de 2018

Abacate Quintal ( Persea americana )

ABACATE QUINTAL

( Persea americana ) - RNC 03491


Uma das variedades de abacate mais produzidos e comercializados no Brasil, o Abacate Quintal é um híbrido guatemalteco-antilhano pertencente ao grupo B. Muito produtivo, seus frutos são grandes, saborosos, sem fibras e com massa firme. Podem ser consumidos in-natura, sucos, batidas, sorvetes e cremes. Frutifica no período de março a julho principalmente. Como todo os abacates, são ricos em vitaminas e em aspectos nutritivos, além das muitas propriedades medicinais.

Planta rústica de fácil cultivo, deve se tomar maiores cuidados somente no primeiro ano após o plantio, onde o sombreamento parcial da planta é recomendado. Aceita a maioria dos solos, menos os encharcados. Deve ser plantada a pleno sol. Mudas desta espécie enxertadas começam a produzir frutos a partir do terceiro ano após o plantio.

O Viveiro Ciprest comercializa mudas enxertadas desta variedade/cultivar de abacateiro. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos

Tamanho médio do fruto




segunda-feira, 19 de março de 2018

Ameixa do Governador ( Flacourtia indica )

AMEIXA do GOVERNADOR

( Flacourtia indica )


Nativa da Africa Tropical e do Sudeste Asiático, a Ameixa do Governador é uma árvore frutífera de pequeno porte, que produz grande quantidade de pequenos frutos arredondados, levemente bicudos de casca inicialmente vermelha vinho, e conforme vão amadurecendo, adquirem coloração roxa escura.

Estes frutos podem ser colhidos e já consumidos, apenas necessitando dar uma "esfregadinha" para amolece-los e assim diminuir a adstringência. Porém o mais recomendado é realizar a colheitas e guarda-los em local seco e arejado por 1 a 2 dias, assim eles amadurecerem por completo, e a polpa se torna mais suculenta e doce. Fruta de agradável sabor, que pode ser consumida in-natura, sucos, geleias e sorvetes.

Introduzida a décadas no país, ainda é pouco conhecida, ficando seu cultivo ainda restrito a pequenos pomares. Por se tratar de uma planta muito rústica, e resistente a pragas, é uma excelente opção em qualquer pomar.

De pequeno porte, não passa de 5 metros de altura. Deve ser plantada a pleno sol, e sempre que possível, é aconselhável o plantio de 2 ou mais plantas, pois se trata de uma planta dioica. Pode haver variação nas folhas devido há existirem plantas "masculinas" e "femininas". As mudas começam a frutificar em 1 a 2 anos após o plantio.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos

Detalhe dos frutos e folhas

Detalhe do fruto cortado

Detalhe dos frutos totalmente amadurecidos após 2 dias de colhidos

Detalhe dos frutos na planta. Foto tirada na coleção de frutíferas do Viveiro Ciprest

Tronco da Ameixa do Governador. Apesar de ter espinhos, é muito menos do que a Ameixa Café ( Flacourtia jangomas)

Tamanho dos frutos





sábado, 17 de março de 2018

Guabiroba Gigante ou Guabiraba ( Campomanesia lineatifolia )

GUABIROBA GIGANTE ou GUABIRABA

( Campomanesia lineatifolia ) - RNC 23637


Também conhecida como Palillo, a Guabiroba Gigante é nativa da floresta Amazônica. Ainda raramente encontrada, produz frutos gigantes perto das demais variedades de guabirobas. Seus frutos redondos achatados de coloração amarela viva, possuem polpa muito suculenta, de excelente sabor agridoce com poucas sementes. Podem ser consumidos in-natura, sucos, doces e geleias.

Muito popular entre a população das regiões onde é encontrada nativa, é uma excelente opção para cultivo em qualquer pomar ou quintal. Frutifica em grande quantidade no período de fevereiro a abril. Árvore de médio porte, não passa de 7 metros de altura.

Apesar de ser de origem tropical, pode ser cultivada com sucesso em praticamente todo o país. De fácil cultivo, deve ser plantada a pleno sol. Gosta de solos férteis e úmidos, com boa drenagem. Começa a frutificar a partir do terceiro ano após o plantio das mudas.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe dos frutos gentilmente fornecidos pelo nosso amigo e colecionador de frutas Jaime Sorenz

Detalhe do fruto cortado

Detalhe dos frutos

Tamanho dos frutos





sexta-feira, 16 de março de 2018

Pau Mulato ( Calycophyllum spruceanum )

PAU MULATO

( Calycophyllum spruceanum ) - RNC 23627


Árvore de grande porte nativa da região Amazônica, o Pau Mulato, também conhecido como Mulateiro, se destaca principalmente devido ao seu tronco liso escultural, de coloração muito ornamental. Também chama atenção sua linda florada branca perfumada.

Uma excelente opção para uso no paisagismo, bem como na arborização urbana, desde que não haja fiação elétrica acima da planta. No Jardim Botânico do Rio de Janeiro, existe uma Alameda de Pau Mulatos de grande imponência. Também é uma espécie imprescindível no reflorestamento de áreas degradadas onde se encontrava nativo.

Árvore com madeira de excelente qualidade, porém de lento crescimento. Muito rústica, exige pouquíssimos cuidados após o plantio. Deve ser plantado a pleno sol ou meia sombra.

Mudas desta espécie são comercializadas pela Ciprest. www.ciprest.com.br

Veja mais fotos abaixo:


Detalhe do belo tronco e da copa florida

Conjunto de Pua-Mulatos na arborização urbana

Alameda de Pau Mulatos em avenida na cidade de Araxá-MG

Alameda de Pau Mulatos em avenida em Araxá-MG

Detalhe de uma árvore

Detalhe do tronco

Detalhe do tronco